sexta-feira, 3 de julho de 2009

Jim Morrison ~ 38 anos depois da sua morte



Hoje, e á semelhança de outros anos, o dia 3 de Julho é de recordação da figura icónica que foi Jim Morrison. Viveu no limite durante muitos anos e no momento em que começamos a perder a estrela rock decadente para o nascimento em pleno do poeta atormentado que já não suportava a luz da ribalta...morreu. Fisicamente é claro, pois está mais vivo que nunca.

Morreu em Paris a 3 de Julho de 1971, na banheira, aos 27 anos de idade. Muitos fãs e biógrafos especularam sobre a causa da morte, se teria sido por overdose,pois embora Jim não fosse conhecido por consumir heroína, Pam fazia-o (morreu de overdose em 1973) e é sabido que nesse Verão correu Paris à procura de heroína de uma pureza invulgar. Outra hipótese seria um assassinato planejado pelas próprias autoridades do governo americano. Morrison referiu-se a si próprio como sendo o nº 4 a morrer misteriosamente, tendo sido os três primeiros Jimi Hendrix, Janis Joplin e Brian Jones (todos mortos com 27 anos) O relatório oficial diz que foi “ataque de coração” a causa da sua morte. Está sepultado no famoso cemitério do Père-Lachaise em Paris. Devido a actos de vandalismo de alguns fãs, por diversas vezes a associação de amigos do cemitério sugeriu que o corpo fosse transferido para outra necrópole.



Ultimos dias de sossego em Paris, onde está a Rock Star?


À porta de sua casa em Paris






O seu descanso final e merecido. Foi adorado e continua a sê-lo hoje por milhões, no dia do seu funeral teve apenas meia dúzia de pessoas na cerimónia incluindo Bill Siddons e Pam. Ele também o teria preferido assim.



A campa do Jim continua a ser a mais visitada de todo o cemitério de Père Lachaise, e não podemos esquecer que ao lado dele estão Honoré de Balzac, Edith Piaf entre outros não menos famosos. A fotografia da campa não é a actual pois o busto foi desaparecendo aos bocadinhos tendo a direção do cemitério optado por uma placa de metal. Há e já me esquecia... tanto nos palcos, como na sua campa tem um senhor da autoridade a olhar por ele, isto já não sei se lhe iria agradar tanto...








4 comentários:

Maria Alice (cachopa) disse...

Miguel
Eu conheço sua admiração pelo Jim Morrison há muitos anos. Ele realmente é um grande mito no mundo do rock. Parabéns pelo seu empenho e qualidade do seu blog, pois a sua dedicação ajuda a preservar a memória de Jim Morrison.

mojorising disse...

Muito obrigado pelas tuas carinhosas palavras. Foste a culpada pela minha adoração ao mundo dos Doors. Financiaste, vezes sem conta, a minha faceta de super fã. Quem me ofereceu livros, discos, t-shirts, etc dos Doors?
A prima Alice. Obrigado por tudo!

germano disse...

Boa, temos de ir a Paris...
germano

Rodrigo disse...

ola. estou de ferias com a minha irmã em Paris... hoje fomos visitar a ultima morada do grande Jim Morrison. foi um dia incrivel sem duvida... e agora estou em casa a ouvir as musicas q os meus pais sempre ouviram e passaram para mim e para a minha irmã... musicas que atravessam gerações são eternas!! andava eu agora pela internet a pesquisar sobre o "mito" e encontro este blog... desculpa a invação :P um bom ano 2010